VOZES DA IGREJA EM MISSÃO




 “Como o Pai me enviou, assim eu vos envio” (Jo.20,21)      Com este envio de Jesus e com o tema:

Para que nossa Igreja viva em estado permanente de missão, como nos fala o Documento de Aparecida (DAp), é preciso o compromisso e envolvimento de todos os cristãos. Àqueles que têm mais responsabilidade eclesial é mais exigido este empenho. Jesus fala que a cada um é dado dons, vamos colocá-los a serviço.

A missão sempre nos lança para fora de nós, ao encontro do outro   Assim vamos nos unir para viver bem este tempo de graça que o Senhor nos dá.

A Igreja será realmente viva, se o espírito missionário for continuamente cultivado.  

A grande questão colocada para todos nós é que a missão não pode ser uma ocasião, um mês, ou alguns meses, nem mesmo um ano ou alguns anos - a missão deve ser permanente; devemos estar constantemente em estado de missão! Eis o grande desafio que nos é colocado e que o Documento de Aparecida.,

Para executarmos esse trabalho é necessário termos, com ânimo renovado, nossas paróquias “como comunidades de comunidades”, ou então cada paróquia ter a rede de comunidades, que, encarnadas e inculturadas em cada situação de nossa diocese, estarão, no entanto, unidas formando o povo de Deus como o Corpo Místico de Cristo - Ele, cabeça e nós, os membros! Isto  deve fazer parte de nossa missão tanto para dentro de nossas comunidades, indo ao encontro daqueles que nós batizamos, como também levando o nome e a vida de Jesus para todas as pessoas, testemunhando com a nossa vida a beleza do encontro com Ele e, para que, por isso mesmo, sem fazer proselitismos, exista a atração pelo Cristo e sua mensagem.

Nesta mudança de época que vivemos não temos tempo para divisões e necessitamos nos encontrar na unidade e no entusiasmo de nossa vida cristã. Eis a oportunidade, eis o momento propício!

Neste ano, o Papa convoca o Sínodo dos Bispos, o ano da Fé e a comemoração dos 50 anos do Concílio Vaticano II. São motivos que nos levam a despertar com mais ardor o nosso compromisso missionário. Queremos fazer uma caminhada que envolva todas as forças das nossas comunidades.   É importante apoiar este trabalho em todos níveis, os grupos de Infância e Adolescência e Juventude Missionária, as Santas Missões Populares, os Grupos de Animação  


"Legalizar o aborto de fetos com anencefalia, erroneamente diagnosticados como mortos cerebrais, é descartar um ser humano frágil e indefeso", afirma Nota da CNBB
E-mailImprimirPDF
arte2A Conferência Nacional dos bispos do Brasil, logo após a conclusão do julgamento do Supremo Tribunal Federal sobre a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental nº 54, emitiu nota oficial lamentando a decisão. No texto, os bispos afirmam que "Legalizar o aborto de fetos com anencefalia, erroneamente diagnosticados como mortos cerebrais, é descartar um ser humano frágil e indefeso".
Leia a integra da Nota:
Nota da CNBB sobre o aborto de Feto “Anencefálico”
Referente ao julgamento do Supremo Tribunal Federal sobre a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental nº 54

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB lamenta profundamente a decisão do Supremo Tribunal Federal que descriminalizou o aborto de feto com anencefalia ao julgar favorável a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental n. 54. Com esta decisão, a Suprema Corte parece não ter levado em conta a prerrogativa do Congresso Nacional cuja responsabilidade última é legislar.
Os princípios da “inviolabilidade do direito à vida”, da “dignidade da pessoa humana” e da promoção do bem de todos, sem qualquer forma de discriminação (cf. art. 5°, caput; 1°, III e 3°, IV, Constituição Federal), referem-se tanto à mulher quanto aos fetos anencefálicos. Quando a vida não é respeitada, todos os outros direitos são menosprezados, e rompem-se as relações mais profundas.
Legalizar o aborto de fetos com anencefalia, erroneamente diagnosticados como mortos cerebrais, é descartar um ser humano frágil e indefeso. A ética que proíbe a eliminação de um ser humano inocente, não aceita exceções. Os fetos anencefálicos, como todos os seres inocentes e frágeis, não podem ser descartados e nem ter seus direitos fundamentais vilipendiados!
A gestação de uma criança com anencefalia é um drama para a família, especialmente para a mãe. Considerar que o aborto é a melhor opção para a mulher, além de negar o direito inviolável do nascituro, ignora as consequências psicológicas negativas para a mãe. Estado e a sociedade devem oferecer à gestante amparo e proteção
Ao defender o direito à vida dos anencefálicos, a Igreja se fundamenta numa visão antropológica do ser humano, baseando-se em argumentos teológicos éticos, científicos e jurídicos. Exclui-se, portanto, qualquer argumentação que afirme tratar-se de ingerência da religião no Estado laico. A participação efetiva na defesa e na promoção da dignidade e liberdade humanas deve ser legitimamente assegurada também à Igreja.
A Páscoa de Jesus que comemora a vitória da vida sobre a morte, nos inspira a reafirmar com convicção que a vida humana é sagrada e sua dignidade inviolável.
Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, nos ajude em nossa missão de fazer ecoar a Palavra de Deus: “Escolhe, pois, a vida” (Dt 30,19).

Cardeal Raymundo Damasceno Assis
Arcebispo de Aparecida
Presidente da CNBB

Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário Geral da CNBB

CHEGANDO NOTÍCIAS

  • FESTIVAL DE PRÊMIOS NO PRIMEIRO DOMINGO DE MAIO EM PROL DA RECONSTRUÇÃO DA IGREJA MATRIZ E OS CARNÊS CONTINUARÁ POR UM ANO NESTA MESMA FINALIDADE.
  • PADRE ANTONIO MARIA ESTARÁ DANDO UM SHOW NO PRIMEIRO sábado DE JULHO EM PROL DA NOSSA RECONSTRUÇÃO DA IGREJA MATRIZ
  • SEGUNDA-FEIRA, 09 DE ABRIL,INICIAMOS O ESTUDO DO DOCUMENTO DE APARECIDA,às 19 horas,NA CASA PAROQUIAL.
  • NESTA QUINTA-FEIRA, 12 DE ABRIL, IREMOS RECOMEÇAR A ESCOLA MISSIONÁRIA DA FÉ, às 19 horas, no SALÃO PAROQUIAL. VOCÊ ESTÁ CONVIDADO E LEVE A SUA BÍBLIA SAGRADA.
  • COPIAS DA CRUZ E  ÍCONE MARIANO DA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE ESTARÃO CHEGANDO EM NOSSA PARÓQUIA NA ÚLTIMA SEMANA DE DEZEMBRO DESTE ANO. ESTA PEREGRINAÇÃO TERÁ INÍCIO ESTE MÊS.
  • EM BREVE O NOSSO BLOG TERÁ UM ESPAÇO PARA PEDIDOS DE INTERCESSÃO DOS VISITANTES E OUTRO ESPAÇO PARA A VEZ E A VOZ DO POVO DE DEUS.
  • QUEM DESEJAR PARTICIPAR DA PASTORAL CARCERÁRIA, PROCURE A SECRETARIA PARA SER ANALIZADO.
  • No mês de Julho próximo nossa Paróquia contará com novos Ministros Extraordinários da Comunhão  Eucarística. Seus nomes já estão escolhidos por necessidade das comunidades.
  • As coletas da Campanha da Fraternidade, bem como da Sexta-feira Santa para os Lugares Sagrados da  Terra Santa, devem ser entregues na íntegra ainda este ^mês a fim de que a Diocese envie para os órgãos competentes. A CAMPANHA DA FRATERNIDADE DE 2013 VERSARÁ SOBRE A JUVENTUDE.
  • Está nascendo com bastante vigor um grupo de Jovens da Comunidade de Sta.Clara da Terra Pometida sob a orientação dos Cenáculos Marianos.
  •  




EVANGELIZAR É A NOSSA MISSÃO

EVANGELIZAR É A NOSSA MISSÃO

Papa Francisco

Papa Francisco